sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Labirinto

É quando o silêncio não deixa respirar,que acredito eu,estamos proximos de nos mesmo.
Pois nessa hora esquecemos do nosso corpo e nos vemos em espirito.
Pois o que passa são sentidos em imagens bem a nossa frente,podendo assim dizer "Metafísica".
Porque partimos dessa simulada dimensão de sonhos,do "Não se pode tocar" .
a realidade dos objetos,não existe materia tocada.
O que existe são apenas imagens em sensações,apartir disto prova-se o que, no meu ponto de vista está além dos fatos.

Aério,Aério é o que eu sou,olhar fora fora do padrão,é fogo sem enquadração nem bom nem ruim.
Sem definição!
encontrar-se dentro de si,uma boa chance para corrigir algo,pois esta em contato com o espaço interno.
O que dificilmente me ocorre é a correção...


"Mas poderia eu Aproveitar o ato?"


Gilliard Bastos.